segunda-feira, 23 de maio de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 380

- Legionnaires 37 (Junho de 1996)

Histórias:

* "Decisions" - Escrita por Roger Stern e Tom McCraw, desenhada por Jeffrey Moy, finalizada por w. C. Carani

Edição dedicada a oficialização de novos heróis nas fileiras da Legião dos Super-Heróis. Desde o incomodado e insetívoro Gates, passando pelo Alquimista (que acha estranho ser chamado de Transmutador), Ultra-Rapaz (que tem apresentado estranhas dores que não revela o que é) e até mesmo a volta de Curto Circuito.

Mas o mais descolocado de todos, sem dúvida, é Valor. O super-herói que ficou preso em uma dimensão adjacente por mil anos é considerado um mito no futuro. Alguns planetas, inclusive, o consideram uma espécie de deus, sendo a religião em seu nome uma das mais seguidas no universo. Valor aprende que a religião tem essa face: forma-se em volta do nome de alguém que não pode contestar. Ele ficou "de fora" por mil anos e as histórias sobre seus feitos se transformaram em uma crença. Isso, na verdade, o incomoda... e muito. Ele quer ser tratado como igual, agir como herói. Algo que é difícil quando todos ficam encantados com a presença de alguém considerado santo.

Para deixá-lo mais a vontade, o bilionário R. J. Brande (agora presidente da Terra) o convida para conversar em sua sala. Nela, Valor encontra vários artefatos do passados colecionados pelo bondoso empresário. Desde um bumerangue de Batman até uma capa do Superman (que ele conheceu no presente).

Valor surpreende Brande sobre seus conhecimentos da raça que habitava o hoje desértico planeta Marte (os dois conversam, inclusive, nesse local). Acontece que os marcianos haviam sido extintos muitos anos até mesmo da época da qual Valor veio. A explicação é que, enquanto esteve na dimensão adjacente, pôde vislumbrar vários eventos de outras épocas. E aprendeu muito sobre a cultura marciana.

Voltando a base da Legião, usando um novo uniforme, Valor decide desmitificar-se para que não seja mais tratado como santo homem. Utilizando um novo uniforme, muda seu nome para... M'Onel, que significa "aquele que vagou pelo espaço" na linguagem marciana.

Nenhum comentário: