sábado, 26 de março de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 326


- Legion of Super-Heroes 60 (Agosto de 1994)

Histórias:

* "End of an Era, Part Three: Infinite Possibilities" - Escrita por Tom McCraw e Mark Waid, desenhada por Stuart Immonen, finalizada por Ron Boyd

Uma peculiaridade na mitologia da Legião dos Super-Heróis é como seus inimigos, além de demonstrarem poderes quase infinitos, ainda conseguem se tornar mais e mais poderosos a cada vez que voltam.

Nessa história, chegam-se a algumas conclusões sobre alguns fenômenos estranhos que estão acontecendo. Devido a ameaça na linha do tempo, decorrente da saga Zero Hora (que afeta outras revistas), fica-se na dúvida entre aceitar as explicações científicas de Brainiac 5 ou se são efeitos colaterais da crise (sendo a segunda opção bem mais provável).

Cósmico se vê preso no castelo de Glorith e Mordru pois, segundo os vilões, ele é parte importante de um esquema universal. Para escapar, além de seus poderes magnéticos, o herói usa da astúcia que só poderia vir de sua experiência como um dos fundadores da Legião.

Acontece que Glorith descobriu uma espécie de dimensão paralela conhecida como Biblioteca Infinita (ou Biblioteca do Tempo), que é justamente isso, uma imensa biblioteca supostamente com todo o conhecimento já escrito até então. Para entrar no local, a bruxa mostra que tem uma chave, única forma de acessar o portal até a biblioteca. É quando Cósmico, que tem poder sobre magnetismo, nota um detalhe importante: a chave é feita de metal. Assim que Glorith começa a abrir o portal, o herói toma uma atitude desesperada. Pula para dentro da biblioteca e usa seus poderes magnéticos para puxar a chave consigo, fechando o local por dentro e impedindo assim que os vilões consigam segui-lo. O problema é que ele também não poderá sair sem ser recapturado. E encontrar saída em um local considerado infinito... não é algo que dê muita esperança.

Quando os heróis se preparam para resgatar Cósmico, recebem um chamado de Talus, onde Glorith e Mordru estão massacrando todos os guardas. Praticamente toda a Legião e os Legionários (inclusive heróis um tanto afastados do grupo, como Colossal, que nem atua mais) atacam o poderoso casal de vilões. No meio da batalha, Glorith mata Leviatã, o legionário que é o clone rejuvenescido de Colossal. Assim que seu jovem clone morre, o próprio Colossal começa a desaparecer. Esse efeito pode ser reflexo da crise no tempo, fazendo com que se o clone jovem de um herói morrer, sua contraparte adulta também cesse de existir.

Logo, o objetivo dos vilões aparece para o desespero dos heróis: o Homem Infinito. Mais do que um vilão, é uma entidade capaz de fazer tudo e é ligada ao fluxo temporal. Mas sua aparição não dura muito e ele parece explodir. Com isso, alguns feitiços causados pelos bruxos desaparecem, apesar de ainda haver oscilações levando e trazendo os personagens de seu lugar. Quando acreditam ter derrotado a ameaça, percebem que Glorith e Mordru agora tem o poder... do Homem Infinito!

Continua...

Nenhum comentário: