sábado, 26 de março de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 325


- Valor 22 (Agosto de 1994)

Histórias:

* "End of an Era, Part Two: The center Cannot Hold" - Escrita por Kurt Busiek, desenhada por Colleen Doran, finalizada por Dave Cooper

Quando o personagem Mon-El surgiu, criou-se a idéia de que seria um suposto irmão mais velho do Superboy. A verdade é que o herói que, de fato, tinha os mesmos poderes que o menino de aço, era um alienígena do planeta Daxam, onde os habitantes podiam adquirir superpoderes, mas tinham vulnerabilidade contra o chumbo. Devido a essa fraqueza, Mon-El só não morreu devido a ter sido exilado na Zona Fantasma, onde também não envelheceria. Mil anos depois (época em que a Legião dos Super-Heróis surgia), foi encontrado um antídoto para que ele sobrevivesse.

Nas reformulações seguintes, o herói deixou de ser um "irmão" do Superboy, mesmo porque Superboy não existia mais. Com isso criou-se Valor, também um daxamita que acabou inspirando a criação da Legião dos Super-Heróis, mas que vivia no passado viajando ao futuro ocasionalmente. Essas aventuras solo do personagem eram publicadas em sua própria revista mensal, que trazia seu nome.

Com a saga Zero Hora, onde há uma crise no fluxo temporal, muitos detalhes relacionados ao personagem iriam mudar e sua revista (assim como sua existência) deixaria de ser publicada, sendo seus últimos números lançados nesse período.

Devido a crise temporal, a Nova Terra (complexo artificial que reunia as principais cidades do planeta Terra, que foi destruído) começou a se desmanchar e toda a população corria perigo. R. J. Brande, financiador da Legião, ressurge com uma solução inusitada: Houve um Superboy que viveu em um "universo compacto" criado pelo vilão Senhor do Tempo. Após a morte do herói desse universo, a cópia do planeta Terra existente foi totalmente devastada por vilões kriptonianos, extinguindo totalmente a vida e tornando-o um mundo morto. A idéia de Brande é justamente retirar todo o planeta da dimensão compacta e usá-lo para migrar toda a população da Nova Terra para ele. Apesar do problema de se trabalhar o planeta no sentido de torná-lo habitável novamente, o fato do tamanho e a gravidade idênticas ao planeta Terra original davam margem ao plano ser bem sucedido.

Valor, Dev-Em e Andrômeda, os três legionários daxamitas demonstram superforça o suficiente para "arrastar" todo o planeta até próximo a Nova Terra. Para trazê-lo para fora da dimensão compacta, utilizam o poder de Tyroc que, com seu grito, é capaz de abrir um portal interdimensional.

O plano, até então, parece dar certo. Até que... descobre-se que o núcleo do planeta está em colapso e ele está prestes a explodir. Ou seja, o que era para ser a última esperança da Nova Terra agora se tornou uma gigantesca bomba capaz de destruir a todos mais rápido ainda.

Para piorar, os únicos capazes de resolver esse problema (a mente computadorizada da legionária Computo e o próprio Tyroc, por exemplo), começam a desaparecer porque o fluxo temporal está entrando em colapso e suas existências estão sendo apagadas. O próprio Valor começa a desaparecer, mas é salvo por Penumbra, que se lembra do amor que eles poderiam ter vivido em uma outra época. Inclusive, no meio da crise, além do sentimento, a jovem se lembra de um nome que não é estranho a ambos: Mon-El.

Continua...

Nenhum comentário: