sábado, 18 de dezembro de 2010

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 239


- Legion of Super-Heroes 4 (Janeiro de 1990)
.
Histórias:
.
* "Titan in China Shop" - Escrita por Keith Giffen, Mary Bierbaum, Tom Bierbaum, Al Gordon, desenhada por Keith Giffen

Mon-El era o legionário mais poderoso de todos e em todos os sentidos. Era uma espécie de Superman do futuro, tão evidente que seu uniforme nada mais é do que uma inversão de cores do uniforme do homem de aço, trazendo uma capa azul sobre uma roupa vermelha.

Durante as Guerras Místicas, última saga que terminou com o volume anterior da revista da Legião do Super-Heróis, Mon-El se encontrava gravemente ferido devido a seu ataque contra o vilão Senhor do Tempo. Desde então sua esposa, a legionária Penumbra, vagou o universo tentando encontrar uma cura de sua enfermidade. Quando as trevas da magia, decorrentes das Guerras Místicas, chegaram até sua nave e as máquinas que o mantinham vivo falharam... ele faleceu.

Nessa edição, Mon-El surge quase que milagrosamente e se encontra com uma boquiaberta Penumbra. Sua ressurreição, no entanto, traz um lado trágico e ameaçador. Quando destruíram o Senhor do Tempo, o vilão escolheu a mente de Mon-El para esconder sua essência e foi isso que o trouxe de volta. De certa forma, voltar a vida significava que o mais poderoso inimigo da Legião dos Super-Heróis também pudesse voltar... e se vingar daqueles que o tentaram destruir anteriormente.

Como se o impasse não fosse problema suficiente, Mon-El toma conhecimento que a própria existência do Senhor do Tempo era necessária para que uma Legião dos Super-Heróis surgisse. Afinal, através de manipulação temporal, o vilão influiu na criação de um universo compacto onde criou uma versão do Superboy no passado, que inspirou a criação do grupo. Se fosse destruído, isso faria com que ele também não existisse no passado, o que levaria a não ter criado o Superboy e, consequentemente, não haveria a inspiração inicial para a criação do grupo.

A necessidade de se existir um Senhor do Tempo também estava interligada a outro grande inimigo dos legionários. Afinal, foram essas manipulações que impediram que o bruxo Mordru dominasse o universo por milênios. Com o domínio temporário da magia sobre o universo, durante as Guerras Mística, a ameaça de Mordru se tornou mais evidente e o Senhor do Tempo, presente em todas as linhas temporais, impediu que ele pudesse dominar a tudo e a todos... inclusive o próprio Senhor do Tempo.

Mesmo assim, no final da edição, Mon-El decide dar um fim ao Senhor do Tempo... o que pode ter trazido consequências inesperadas para a existência.

Nenhum comentário: