segunda-feira, 8 de novembro de 2010

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 215


- Legion of Super-Heroes Annual 2 (Janeiro de 1986)
.
Histórias:
.
* "Child of Darkness, Child of Light" - Escrita por Paul Levitz, desenhada por Keith Giffen e Curt Swan

Em uma história que serviu de epílogo para a Saga das Trevas Eternas (o arco mais famoso da Legião dos Super-Heróis), o vilão Darkseid sequestra um dos gêmeos filhos de Relâmpago e Satúrnia e, ao que tudo indica, ele o transfomará no monstro conhecido como Validus. Com isso, se fecha um círculo de cruel vingança do vilão sobre os legionários, uma vez que Validus era conhecido por ser um dos maiores inimigos do grupo, apesar de sua origem ser desconhecida. Com esse anual, vemos a finalização desse elaborado plano de vingança.

Um dos servos de Darkseid (o daxamita Ol-Vir) cria uma espécie de culto ao vilão no futuro (na época em que vivem os legionários), utilizando o monstro Validus como intimidação para quem não quiser segui-lo. Após alguns legionários debandar o culto, Ol-Vir leva a criatura para destruir a sede da Legião. No entanto, o monstro se contém ao atacar onde seria seu quarto de bebê (Satúrnia mobiliou o quarto para seu outro filho) e reconhecer o símbolo de seus pais no quadro de convocação da Legião.

Ol-Vir descobre que Relâmpago e Satúrnia estão de folga e leva Validus para destruí-los. A intenção, no entanto, é inversa. Como cruel destino planejado por Darkseid, a situação toma o rumo do monstro capturar o filho do casal e Relâmpago, desesperado, estar pronto para usar suas rajadas elétricas para matar a criatura. É impedido por Satúrnia que, com seus poderes mentais, descobre que Validus é, na verdade, filho deles.

Ol-Vir vê seu plano (de fazer com que pai matasse o próprio filho) ir por água abaixo. Pior que isso (para o vilão), é ver que Satúrnia implora a Darkseid (representado por trevas), para que devolva seu filho a forma normal... o que é atendido prontamente. E prontamente, também, Ol-Vir é literalmente transformado em cinzas devido a sua falha.

A história termina não como uma vitória dos legionários, mas com Satúrnia indo até o templo de Darkseid agradecer por conceder seu filho de volta... mesmo ela sabendo que há uma dívida e um temor maior pelo vilão no futuro. Algo que é evidenciado por uma sinistra gargalhada ecoando nas trevas do templo já vazio.

Nenhum comentário: