terça-feira, 7 de setembro de 2010

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 177




- Tales of the Legion of Super-Heroes 321 a 323 (Março a Maio de 1985)
.
Histórias:
.
* "Into Exile" - Escrita por Paul Levitz e Mindy Newell, desenhada por Dan Jurgens

* "Lost Among the Missing" - Escrita por Paul Levitz e Mindy Newell, desenhada por Dan Jurgens


* "Look Homeward, Legionnaires" - Escrita por Paul Levitz e Mindy Newell, desenhada por Dan Jurgens

Vésper e Brainiac 5 caem em um planeta onde a tecnologia inexiste, o fanatismo religioso reina e a humanidade parece feita de bárbaros. Separados durante a queda, os legionários tem que sobreviver a um mundo estranho a alta tecnologia futurista que estão acostumados, cada qual tendo o impacto e impactando a cultura local com seus próprios costumes e crenças.

Reencontrando-se no final, ambos passaram por experiências que marcarão suas vidas, mas conseguem sair ilesos do local.

A quantidade de personagens pertencentes a Legião dos Super-Heróis faz com que os autores subdividam eles em grupos para que possam melhor administrar suas aventuras e mesmo desenvolver suas personalidades. Mas a quantidade é tamanha que acaba rendendo grupos com abordagens bem diferentes. Quem poderia imaginar, por exemplo, uma aventura com dois personagens tão diferentes quanto a alada Vésper e o gênio Brainiac?

O que pode parecer estranho no que diz respeito a escolha dos personagens, acaba se tornando um excelente exercício de abordagem se bem desenvolvido pelo autor. Levitz e Newell mostram aqui duas faces bem distintas sobre diversidade cultural e religiosa. Vésper, com suas asas e feições de anjo, desperta sentimentos diversos no que diz respeito a crença local, desde inveja, passando por adoração, intolerância (afinal, um anjo de carne e osso vai contra a crença em deuses locais) e até mesmo paixão.


Brainiac 5 tem a sua odisséia particular e até dá um certo tom cômico a aventura. Seu gênio, acostumado com soluções científicas elaboradíssimas e auxiliado por um alto padrão de tecnologia (em parte criações dele mesmo) entra em grande conflito em um mundo que não tem absolutamente nenhum dos recursos com os quais está acostumado.


Um saldo final do quanto a experiência do exílio afetou os legionários ficou no relacionamento entre Vésper e Pulsar. Ao voltar para a base, é visível como foi afetada pela adoração de um jovem sacerdote local. Acima da sua crença, o jovem a ajuda como amiga (ou mulher), deixando de lado o fanatismo pregado por seu povo. A fidelidade que ele demonstra a esse sentimento faz com que sacrifique a durabilidade do relacionamento quando assume seu caminho entre os religiosos, ganhando respeito o suficiente para livrar os legionários para que possam sair deste planeta. Pulsar, que faz vezes de namorado de Vésper, sente que a legionária foi tocada por essa gentileza... gentileza de um homem com espírito bom.. um homem feito de carne e osso... ao contrário dele, que é feito de pura energia.



Nenhum comentário: