domingo, 2 de maio de 2010

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 103




- Superboy 200 (Fevereiro de 1974)

> Publicada no Brasil na revista Superboy (Em Formatinho) nº 2, pela editora Ebal, em Julho de 1977

Histórias:

* "The Legionnaire Bride of Starfinger" - Escrita por Cary Bates, desenhada por Dave Cockrum

O casamento de Saltador e Dama Dupla.

O discreto desenvolvimento do romance entre o Saltador e Dama Dupla acaba no primeiro casamento dentro da Legião. Curiosa escolha de personagem para esse evento, uma vez que o Saltador foge do estereótipo de herói fisicamente perfeito e nem mesmo se cai na armadilha de lhe arrumar um par nos padrões que ele apresenta, uma vez que Dama Dupla é visivelmente uma das mais formosas heroínas dos quadrinhos (além de ser "dupla"). O "gordinho" legionário, inclusive, apesar de ter seu valor mais do que provado, serve como elemento de humor as aventuras de ficção da Legião.

Saltador se vê forçado a deixar a Legião dos Super-Heróis devido a perda de seus poderes. Mas o momento de despedida também é o de importantes decisões. Dessa forma, o herói aproveita para pedir a legionária Dama Dupla em casamento. Feliz, a heroína aceita de imediato mas, coincidentemente, também vê seus poderes sumirem. O estranho acontecimento, confirmado por Brainiac 5, não impede o matrimônio.

Na cerimônia de casamento, o vilão Zoroastro (Starfinger) aparece com o outro corpo de Dama Dupla e diz que a envenenou, exigindo o outro corpo em troca de salvá-la. Superboy, que compareceu a cerimônia, se vê obrigado a fazer o que o vilão quer. A intenção de Zoroastro é replicar o poder da legionária e, assim, ter o poder de se duplicar em um exército de si mesmo.

O duplicado Zoroastro, no entanto, também duplica sua própria maldade e egoísmo, o que causa certa dor de cabeça pra si mesmo. Confusão suficiente para que Superboy, Cósmico e Satúrnia consigam detê-lo.


Nenhum comentário: