segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 54

- Adventure Comics 349 (Outubro de 1966)

Histórias:

* "The Rogue Legionnaire" - Escrita por Jim Shooter e Mort Weisinger, desenhada por Jim Shooter e Curt Swan

Universo.

A expansão proposta pelo jovem Jim Shooter ao mundo da Legião dos Super-Heróis continua com a criação de mais um vilão que se tornaria clássico... Universo! Com uma visual inegavelmente vilanesco, estilo Imperador Ming (de Flash Gordon), Universo pouco aparece atacando o grupo diretamente, mostrando mais as consequências de sua armadilha temporal.

A sede da Legião dos Super-Heróis é invadida pelo vilanesco Universo, mas os heróis já estavam lá esperando-o. Utilizando uma espécie de amuleto, o vilão hipnotiza todos os integrantes, falhando apenas com Brainiac 5, já que este pôde se conter graças a sua mente computadorizada. Mesmo assim, Brainiac 5 não é capaz de enfrentar todos os seus colegas hipnotizados e o vilão consegue seu intento, roubando um Bolha Temporal.

De posse da máquina do tempo da Legião, Universo foge para locais e períodos diferentes na história e os heróis se dividem para tentar capturá-lo. Na verdade, em cada uma das épocas havia uma espécie de emboscada onde os legionários seriam mortos. Dessa forma vemos Camaleão enfrentando incas no Peru de 1300; Violeta utilizando seus poderes encolhedores contra egípcios em Gizé, no Egito de 1243 antes de Cristo; Colossal enfrentando cavaleiros medievais na Inglaterra do ano 693; Satúrnia enfrentando apoiadores da causa de Napoleão na França de 1812 e Brainiac 5 enfrentando guerreiros na antiga Shang-Tu, na China.

Como a Bolha do Tempo reserva foi destruída por Universo, os legionários contam com uma outra máquina do tempo, o Cubo Temporal, criado por um jovem (que ainda vai dar o que falar nas futuras histórias da Legião) em uma feira de ciência do mundo futurista do grupo. A limitação desse Cubo é que cada integrante pode ficar no passado apenas por 24 horas, caso contrário corre o risco de ficar preso aquela época. Cada um dos legionários cai nas armadilhas montadas por Universo, que hipnotiza pessoas em suas respectivas épocas para auxiliá-lo, mas são salvos pelo jovem cienstista que aperfeiçoa o Cubo Temporal e consegue tirá-los do passado nos últimos instantes.

De volta para o futuro, os legionários interceptam Universo que havia voltado antes para destruir o Conselho dos Planetas Unidos. No final da história, o jovem cientista, digno de ser um legionários (se tivesse superpoderes), mostra-se trista pelo fim do vilão, pois revela que, na verdade, ele é seu pai.

Nenhum comentário: