segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 4

- Superboy 86 (Janeiro de 1961)

> No Brasil, publicada na revista Superman 70 Anos nº 3, pela editora Panini, em dezembro de 2008.

Histórias:

* "The Army Of Living Kryptonite Men!" - Escrita por Jerry Siegel e desenhada por George Papp

A Lenda dos "LL".

Lana Lang. Lex Luthor. E, futuramente, Lois Lane. Já perceberam como os mais importantes personagens das histórias do Super-Homem tem seus nomes com as iniciais "LL"? Essa "coincidência" tornou-se uma lenda na mitologia do herói. Mas aqui ela é escancarada de tal forma que parece até mesmo uma sátira da regra. O jovem Clark Kent repara nas iniciais que o perseguem e inclusive lembra de outro "LL": trata-se de Lightning Lad, o Rapaz Relâmpago da Legião dos Super-Heróis. E o que era pra ser uma mera brincadeira com jogo de letras acaba se tornando uma espécie de paranóia...

Enfim... A Legião dos Super-Heróis volta a atuar do lado do Superboy, dessa vez na própria revista do jovem herói. Aliás, "atuar" é uma forma exagerada de falar sobre essa participação, já que mais servem de coadjuvantes especiais, que só não são menos importantes por salvar a pátria no final. Melhor dizendo, é o citado Rapaz Relâmpago quem salva a pátria.

Aqui vemos o jovem Lex Luthor, já um grande vilão desde a adolescência em Smallville, criando uma de suas engenhocas. Dessa vez, uma máquina que é capaz de fazer com que movimente da forma que bem desejar objetos inanimados. É então que o jovem Lex consegue manipular meteoritos de kriptonita (sim, a máquina tinha um looooooooongo alcance...) e os fazem formar bonecos do radioativo metal. Como o Superboy é vulnerável a substância, é facilmente derrotado. Nem mesmo Kripto, o supercão, consegue escapar do ataque.

A sorte é que a Legião dos Super-Heróis, aparentemente sem nenhum problema para resolver no futuro, ainda monitora os acontecimentos do passado e consegue ver o amigo em apuros. O Rapaz Relâmpago volta ao passado, afasta os meteoritos, salva o Superboy... e Lex é derrotado como de costume. Porém, o jovem Luthor tem idéias interessantes: se, no futuro, há uma Legião dos Super-Heróis... também deve haver uma Legião dos Super-Vilões...
*

Nenhum comentário: