domingo, 22 de novembro de 2009

THOR - Parte 147

- Thor Son of Asgard 7 a 9 (Outubro a Dezembro de 2004)

Histórias:
- "Enchanted: Part 1 a 3" - Escrita por Akira Yoshida e desenhada por Greg Tocchini
Amora e Brunhilda.

A revista mensal do Thor terminou, mas o personagem ainda seria lembrado em especiais e minisséries. Uma dessas séries, a interessante Filho de Asgard, que mostra a juventude do deus do trovão, continua e destaca a jovem Lady Sif. Além tratar de assuntos como o despertar do interesse amoroso em Thor, também vemos a juventude da feiticeira Encantor e da guerreira conhecida pelo nome de Brunhilda (personagem que seria conhecida no futuro como a super heroína Valquíria, intergrante do grupo Defensores). Um roteiro leve e descompromissado de Akira Yoshida somado aos desenhos impressionantes do brasileiro Greg Tocchini.

Sif, de temperamento forte, se sente marginalizada com a chegada das duas novas personagens. Amora (futuramente conhecida como Encantor) é tão vilanesca quanto Loki e não mede esforços para conquistar o amor de Thor. Brunhilda, uma excelente guerreira, acaba se tornando um desafeto de Sif por despertar a atenção devido ao seu talento em batalha.

Mas, curiosamente, o que mais afeta a jovem asgardiana de lindos cabelos negros... são justamente a cor de seus cabelos. Tanto Amora quanto Brunhilda são loiras, algo compreensível já que se tratam de deuses nórdicos, e Sif sente-se deslocada por ter cabelos negros. É claro que o ciúme (por Amora com Thor) e a inveja (Brunhilda como melhor aluna de combate corpo a corpo) acabam dando essa baixa estima distorcida a guerreira.

Entristecida, Sif acaba caindo na lábia de Loki e roubando o Espelho de Mysha, um objeto capaz de fazer com que aquele que é refletido se apaixone por quem o segure. A intenção, óbvia, é fazer com que Thor olhe para o espelho enquanto ela o segura. Mas tudo não passa de uma artimanha de Loki com Amora. Assim que consegue o espelho e corre para Thor, Sif é paralisada pela jovem feiticeira. Amora toma o espelho e o mostra a Thor, que cai de paixão pela vilanesca loirinha.

Arrasada, Sif agora é ajudada por seu outro desafeto, Brunhilda, que viu o desenrolar dos planos de Amora. Juntas, as guerreiras vão ao encontro da feiticeira e Loki e destroem o espelho encantado, fazendo com que Thor tome consciência de ter sido ludibriado por Amora. O problema é que ele também se lembra que Sif tinha a mesma intenção de encantá-lo e a julga por essa atitude.

A mãe de Thor, Frigga, convence Sif de desculpar-se com Thor (interessante como Frigga e Odin já tratam a jovem guerreira como uma "prometida" a seu filho). Sif procura Thor e, aparentemente, os dois se reconciliam... como bons amigos.
*

Nenhum comentário: