terça-feira, 27 de outubro de 2009

THOR - Parte 127

- Thor 61 (Maio de 2003)

Histórias:

* "Sons of the Father" - Escrita por Dan Jurgens e desenhada por Ben Lai e Ray Lai

A última tentativa de Jake Olson.

A arte dos irmãos Ben e Ray Lai causam uma certa estranheza no primeiro impacto. Talvez pelo fato do leitor esperar mais da arte do brasileiro Joe Bennett (Bené Nascimento), que vem fazendo um ótimo trabalho na revista do Thor. Mas é algo passageiro, já que a arte casa exatamente como o clima quem vem sendo criado pelo escritor Dan Jurgens, além de ter um certo detalhismo necessário para o visual asgardiano.

Thor passa por um teste diante do Conselho de Elite, um grupo formado por divindades de outras crenças e ao qual seu pai, Odin, pertencia. Apesar dos testes focarem mais a sabedoria do que a força, Thor falha ao ajudar uma raça alienígena faminta e empobrecida. O problema é que Thor cria, do nada, comida o suficiente para alimentar aquele povo. Dessa forma, os alienígenas começam a adorá-lo cegamente como salvador, incitando, inclusive, sacrifícios em seu nome. Segundo o Conselho de Elite, Thor falhou em dar-lhes o que queriam, simplesmente com um gesto. Ao invés disso, deveria ter concedido condições para que produzissem seu próprio alimento, deixando assim que eles ficassem agradecidos por uma chance de recomeçar ao invés de dar-lhes a certeza de que, por piores que estivessem, algum deus surgiria para salvá-los. Thor, no entanto, faz pouco caso de sua aprovação no Conselho.

Ironicamente, Jake também é levado ao conselho municipal e suspenso de suas atividades pelo fato de ter feito a amputação da perna de uma garoto, preso nas ferragens de um acidente, sem autorização da religiosa mãe (que acreditava na intervenção asgardiana para ajudar seu filho). A decisão de seus superiores, dessa forma, foi meramente política, uma vez que o salvamento teve certa repercussão e poderia trazer uma recepção negativa de um povo cada vez mais adepto a religião que adora os deuses asgardianos. Jake faz uma questão que resume bem a situação em que o mundo se encontra: se Thor está melhorando tantas coisas, por que ele agora está desempregado?

Com a ajuda de Tarene, a jovem deusa que estava passando pelo vexame de ser protegida pelo atrapalhado Volstagg, Jake vai até Asgard e tenta convencer Thor de reavaliar suas ações. O deus do trovão, no entanto, se mostra ofendido com o fato de Jake citar que também se considerava filho de Odin, já que dividiam o mesmo corpo no passado. Para se ter uma idéia do desprezo de Thor, ele chega a citar que Jake é uma espécie de memória que já deveria ter sido apagada.
*

Nenhum comentário: