sábado, 24 de outubro de 2009

THOR - Parte 124

- Thor 58; Iron Man 64; Avengers 63 (Março de 2003)

Histórias:

* "Standoff" - Escrita por Dan Jurgens e desenhada por Alan Davis

* "Standoff Part 2" - Escrita por Mike Grell e desenhada por Alan Davis

* "Standoff Part 3" - Escrita por Geoff Johns e desenhada por Alan Davis

Sem Saída.

O grupo de super-heróis Vingadores já contou com vários personagens em suas fileiras. Mas três deles se tornaram uma espécie de símbolo do grupo: Thor, Homem de Ferro e Capitão América. É como se o trio fosse o conselho admnistrativo da equipe. Consequentemente, a amizade entre eles era mais fortificada, como se fossem três irmãos que comandavam os novatos.

Desde que Thor começou a influenciar nos rumos políticos da Terra, não se via outros personagens do Universo Marvel reagindo a isso. As histórias davam até a impressão de ser algo a parte da Marvel ou mesmo uma realidade alternativa. Mas essa impressão ficou pra trás com o arco "Sem Saída", publicado nas revistas do Thor, Homem de Ferro e Vingadores. Nesse arco, vemos como as ações desse "novo" Thor são vistas por seus companheiros.

Apesar de cada uma das partes ser escrita por seu respectivo escritor responsável em cada título, a arte fica por conta do desenhista Alan Davis, que mantém o clima tenso do começo ao fim.

Thor atende as súplicas do povo de um pequeno país europeu chamado Slokóvia, que é oprimido por um governo ditatorial. Acontece que Slokóvia é vizinho a Latvéria, terra do vilão Doutor Destino. Destino, por sua vez, não incomoda Slokóvia e suas crueldades para que o país sirva de uma espécie de anteparo político para seu governo, que também é ditatorial, porém mais controlado. Para que não haja um incidente internacional envolvendo Destino, o governo americano decide enviar um representante capaz de conversar ou deter Thor: o Homem de Ferro.

Relutante, o Homem de Ferro aceita a missão e tentar convencer Thor pacificamente. Em vão. Thor está convencido em usar a força para derrubar o genocídio do povo da Slokóvia. Resta ao Homem de Ferro utilizar um presente do próprio Thor, uma jóia energizadora utilizada para alimentar as usinas de força, para alimentar uma nova e poderosa armadura (curiosidade: o visual dessa armadura "anti-Thor" é parecido com a armadura asgardiana conhecida como Destruidor).

A batalha inevitável entre Thor e o Homem de Ferro quase destrói tudo a volta e é necessário a intervenção do Capitão América para impedir que os exércitos se metam na batalha, piorando a situação, e ainda deter seus dois colegas. Aqui fica explícito a capacidade do Capitão em comandar, sendo que sua presença é capaz de deter exércitos.

Apesar do Capitão ter conseguido um pouco de atenção dos dois amigos vingadores, Doutor Destino comanda a distância uma das armas do exército da Slokóvia (armas que ele fornecia) e dispara covardemente nas costas do já enfurecido Thor. Obviamente o deus do trovão desconta sua ira em todos os presentes e só se detém quando percebe que quase mata o Capitão América.

Thor se afasta e o Homem de Ferro, através de um vírus implantado nos computadores da Latvéria, consegue fazer com que Destino se responsabilize pelos rumos da Slokóvia. A maior baixa dessa verdadeira guerra, no entanto, é a amizade entre os três vingadores, sendo que Thor não mais se considera um integrante do grupo.
*

3 comentários:

Anônimo disse...

Awww q triste. Mas eles corrigem isso mais para frente né? Eles reconstroem a amizade dos três?????

Dark Marcos disse...

Na verdade, daqui pra frente só fica mais grave.

Anônimo disse...

0h. Isso é TOTALMENTE desanimador.

Mas tudo bem, em algum lugar alguém (provavelmente uma mulher) escreveu uma fanfic corrigindo isso.