quarta-feira, 21 de outubro de 2009

THOR - Parte 121

- Thor 55 (Dezembro de 2002)

Histórias:

* "Reason" - Escrita por Dan Jurgens e desenhada por Tom Raney

Thor na ONU.

Esta história é narrada por Zarrko, o homem do amanhã, que agora jaz em uma prisão asgardiana e sabe dos eventos que se desenrolam no mundo lá fora (afinal, ele conhece o amanhã). Os desenhos de Tom Raney estão mais estáveis e melhoram a cada aparição. Uma curiosidade quanto a essa arte: em alguns momentos, ela chega a lembrar os detalhes da arte de outro desenhista, Pat Broderick, que fazia a arte dos herós Marvel nas décadas de 70 e 80.

Qual o papel de um super-herói? Ajudar os fracos e oprimidos? Salvar o mundo? Para Thor, que tem o poder de um deus, e agora também tem a Terra como parte de seu reino, esses são problemas que devem ser resolvidos de imediato. E poder suficiente pra isso ele tem. Mas, qual o verdadeiro impacto sobre o mundo se os seus principais problemas fossem resolvidos? Leve-se em conta que os problemas de uns podem ser a única solução de outros.

Uma reunião com os principais representantes das nações da Terra, na ONU, explana bem o que isso significa. O impacto político é imenso, uma vez que ajudando a solucionar problemas, Thor mostra que os governos eram ineficientes e não merecem a confiança do povo. É bem verdade que, ao distribuir melhor a renda entre os famintos, a minoria que enriquecia sobre o trabalho deles acaba ficando menos rica. Mas até que ponto a humanidade merece ser beneficiada sem esforço? Isso não só muda a forma como se vê a política, mas também a própria fé, para não dizer a cultura.

Em meio a reunião, Thor recebe a visita do vilão Homem-Absorvente. Vilão? Talvez não. Vendo o que Thor tem realizado pelo mundo e ainda agradecido pelo herói ter auxiliado a curar a doença de sua esposa, Titânia, o Homem-Absorvente está decidido a ajudar o deus do trovão nessa nova empreitada.
E... onde estaria o vilanesco Loki? Por que ele não está agindo contra as novas conquistas de seu odiado irmão? Na verdade, Loki observa a tudo e segue Thor como um verdadeiro súdido. Prova de que alguma coisa está errada a ponto do vilão se sentir feliz com os atuais acontecimentos. O que só comprova o clima sombrio previsto por Zarrko.
*

2 comentários:

Anônimo disse...

Sério que Loki aprova? Eu achava que ele estava em algum lugar p*** da vida com o Thor. Tipo, o Thor tá ferrando tanto com tudo q não sobrou o que ele fazer....
Mas se Loki aprova então tem algo muito errado.


Alias, sou a mesma 'anônima' do comentário em Thor 120 :)

Dark Marcos disse...

Lembrando que Loki nunca faz nada sem segundas intenções