quinta-feira, 15 de outubro de 2009

THOR - Parte 115

- Thor 45 (Março de 2002)

Histórias:

* "To Reach Beyond" - Escrita por Dan Jurgens e desenhada por Tom Raney

Tom Raney.

O arte do desenhista Tom Raney estréia nessa edição de Thor, casando perfeitamento com o novo clima e direção que as aventuras do herói iriam tomar. Seu traço funcionaria mais estando em preto e branco, já que o colorido denota algumas falhas para os mais perfeccionistas. No entanto, talvez até mesmo por seu traço ter um estilo típico de histórias em preto e branco, mostra cenas de fantasia eficientes, com quadros que remontam o melhor da ficção espada e magia e dos épicos de aventura. Isso, por si só, já impressiona e transmite bem o clima mais viking e menos super herói que a revista iria tomar.

Dan Jurgens também mostra algum sentido na desconstrução que veio fazendo nas últimas edições. Dá a impressão de que deveria limpar totalmente a casa para continuar de um novo ponto de vista. Fora algumas intromissões futuras, é possível até mesmo esquecer que Thor é um personagem do Universo Marvel. O clima fica mais denso, sombrio e as histórias do personagem assemelham-se a um trabalho mais autoral.

Guerreiros asgardianos conversam sobre os últimos acontecimentos políticos de Asgard. Relembram os primeiros dias de Thor como rei do Reino Dourado, destacando sua benevolência, mesmo com o inimigo, e a confiança que transmite a seus súditos.

Essa conversa se dá em meio a uma missão destinada a recuperar uma arca num dos cantos desertos de Asgard. Essa arca, que na verdade é solicitada por Zeus (deus do Olimpo), contém um espelho capaz de mostrar a alma de seu portador. Thor olha por ele e vê apenas as mudanças físicas que aconteceram ultimamente, como sua barba mais evidente, por exemplo. O que ele não vê, e o espelho mostra depois que o deus do trovão o larga, é um Thor enfurecido... novamente levantando a hipótese do futuro sombrio que será causado pelo herói. Se é que ele ainda pode ser chamado de herói...
*

Nenhum comentário: