segunda-feira, 28 de setembro de 2009

THOR - Parte 98

- Thor 21 a 25 (Março a Julho de 2000)
Histórias:

* "As Turneth the Tide"

* "Tears of the Gods"

* "Beyond Reason's Edge"

* "Tears For the Fallen"

* "The Final Morning"

- Escritas por Dan Jurgens e desenhadas por John Romita Jr.

Thanos, Mangog, Tarene e as últimas histórias desenhadas por John Romita Jr.

Que o personagem Thanos é um dos maiores vilões do universo Marvel (com ênfase na palavra "universo"), isso ninguém tinha a menor dúvida. Mas aqui ele mostra o real perigo que representa, saqueando artefatos pelo cosmo afim de adqurir poder para levar a morte a TODOS os planetas, extinguindo de vez a vida do universo. E, no seu caminho, não poupa os mundos que visita, eliminando civilizações inteiras. Para auxiliar nessa cruzada genocida, conta com o apoio de ninguém menos do que Mangog, antigo inimigo de Asgard que traz o poder de bilhões de habitantes de seu planeta natal.

Em Asgard, onde se encontra um dos artefatos, Thanos conta com a traição do vizir de Odin, Tarakis, que envenena o senhor do reino dourado e mostra ser uma entidade cósmica disfarçada. Odin, ainda enfraquecido, junto a criatura conhecida como Orikal, capaz de prever o futuro, vê indefeso seu filho, Thor, seguir rumo a missão suicída de destruir a gangue de vilões cósmicos. Mesmo com o apoio do Senhor do Fogo, poderoso ex-arauto de Galactus, Thor leva uma surra épica e vê o vilão rumar passo a passo ao seu intento.

Como última peça de seus planos, Thanos sequestra a alienígena Tarene, a qual, reza a lenda, suas lágrimas serão o último ingrediente servido em uma taça para o detentor do poder que levará a morte ao universo. Mesmo vendo a população de seu planeta ser dizimada, Tarene tem espírito guerreiro o suficiente para sequer suspirar de tristeza. Porém, quando vê a surra que Thor leva de Mangog, desaba em desespero.

Odin, que acompanha tudo de longe, convoca o vilanesco ferreiro Jagrfelm para criar uma arma capaz de ajudar seu filho. Surge um escudo especial que é banhado com o pouco que ainda resta da Força Odin e, juntamente com o cinturão que duplica a força de Thor, serve de última esperança para que o deus do trovão salve o universo.

A primeira investida de Thor é dirigida a Mangog que, literalmente, engole a energia disparada pelo martelo encantado e aparentemente encontra seu fim. Thanos, transbordando poder cósmico mortal, consegue rechaçar durante um tempo o herói, mas este usa o último esforço de guerreiro que lhe resta até chegar perto o suficiente e destruir um dos artefatos, deixando o vilão desguarnecido para ser tocado por outra lágrima de Tarene, o que o leva a queimar até virar uma marca no planeta morto em que se encontra.

Uma saga extensa, mas que culmina em uma luta épica como despedida dos desenhos de John Romita Jr. Thanos também é mostrado como um vilão quem sequer pisca antes de dizimar planetas inteiros, algo que não é novidade em se tratando desse personagem, mas nunca antes mostrado com tanto detalhamento, o que intensifica o suspense em cada edição dessa história.
Destaque para o rebeldíssimo ferreiro Jagrfelm, que barganha com Odin para criar as armas necessárias para derrotar Thanos. Ele pede a "benção" de Odin para algo que traz em uma saca. Devido a urgência, Odin nem se pergunta do que se trata mas, com certeza, pelo mau caráter do ferreiro, trará muita dor de cabeça para os asgardianos no futuro.
*

Nenhum comentário: