sexta-feira, 18 de setembro de 2009

THOR - Parte 87

- Earth X 0 a 12 e Earth X X (Março de 1999 a Abril de 2000)

Histórias:

* "Issue 0", "Chapter One" a "Chapter Twelve" - Escrita por Jim Krueger e Alex Ross, desenhada por John Paul Leon

Terra X.

A minissérie Terra X mostra um futuro sombrio e decadente para todo o Universo Marvel. O que acontece é que, por algum motivo (a ser explicado durante a história), todos os seres humanos ganharam super poderes. E, afinal, que utilidade teria um super-herói diante de um mundo onde todos tinham poderes especiais? No entanto, ameaças ainda são presentes, como o surgimento de um novo e carismático Caveira Vermelha e uma ameaça cósmica que envolve cada detalhe mostrado não só durante a série, como ao longo de décadas de existência da Marvel. Uma ameaça capaz de destruir de vez o planeta Terra.

As capas desenhadas por Alex Ross, podem até enganar o leitor menos informado, fazendo-o imaginar que se trata de mais um grande sucesso no estilo da minissérie Marvels (essa, sim, pintada por Ross). Para os que assim esperam, os desenhos sombrios de John Paul Leon podem parecer decepcionantes em uma primeira impressão. Infeliz engano de que pensa assim. Leon, dentro de seu estilo, dá o tom exato e o peso triste que a história tenta transparecer.

O escritor Jim Krueger consegue amarrar a história com um texto igualmente pesado e um narrativa interessante. A principal qualidade de seu texto é mostrada ao dar personalidades distintas a tantos heróis e vilões ao mesmo tempo. Alex Ross, além das capas e do visual evoluído dos personagens, contribuí com as idéias (e ideais), apresentadas nessa minissérie. Quando digo "visual evoluído" dos personagens, não significa "visual futurista". Não é um futuro bonito, de fato. Imagine seus principais personagens envelhecendo de forma decadente e pouco respeitosa. Não só caíram no descrédito do mundo, como também poucos acreditam em si mesmos, acumulando anos e anos de paranóias próprias depois de tanto tempo lutanto contra o mal. O mal, inclusive, a certo ponto da história é teorizado como uma mera invenção da humanidade para culpar pelas suas próprias fraquezas.

Entre as muitas surpresas chocantes contidas na história, Thor talvez protagonize a mais polêmica. Afinal, aqui não se trata de um deus do trovão... mas uma deusa! Não, não é uma outra encarnação do personagem. Sim, "esta" é o mesmo Thor, filho de Odin, meio-irmão de Loki, que todos conhecemos. O futuro reserva um dos inúmeros "castigos" de Odin, que agora exilou Thor em um corpo feminino. Piadas a parte, é Loki (obviamente culpado por essa situação), quem mais se diverte com a forma de sua nova "irmã", inclusive não perdendo a chance de uma observação levemente incestuosa sobre o caso.

Também é interessante a forma como os asgardianos, no geral, são abordados, mostrando que "deuses" de certa forma são uma raça alienígena. De tão superiores, foram adorados pelos povos antigos como entidades divinas. Essa idéia, na verdade, não é de todo nova. Warren Ellis, no curto período em que escreveu a revista de Thor, também incitou a essa abordagem.

E se realmente eram os deus astronautas... ou alienígenas... só o futuro sombrio de Terra X dirá.
*

Nenhum comentário: