terça-feira, 15 de setembro de 2009

THOR - Parte 85

- What If...? 114 (Novembro de 1998)

Histórias:

* "What If... Starring Secret Wars: 25 Years Later" - Escrita por Jay Faerber e desenhada por Gregg Schigiel

Guerras Secretas: 25 Anos Depois.

Outro exercício de imaginação, prevendo como seriam os heróis Marvel no futuro. O ponto de partida aqui é a minissérie Guerras Secretas, sucesso da Marvel nos anos 80, que mostrava os seus principais heróis e vilões sendo transportados para um planeta alienígena (criado por uma entidade com poderes capazes de tal feito) afim de lutarem como se fosse uma enorme arena e mostrar, de uma vez por todas, quem venceria a guerra entre o bem e o mal.

Pois bem... na minissérie original, cheia de reviravoltas, os personagens voltam para a Terra após a tal guerra terminar e a entidade ser atacada pelo Doutor Destino. Porém, na linha da revista "O Que Aconteceria Se", a pergunta feita é: O que aconteceira se os heróis ainda estivessem no planeta alienígena... 25 anos depois?

Galactus, o poderoso vilão que também foi convocado para a guerra, entrou em conflito com Beyonder (a entidade que os capturou) e ambos morreram. Os heróis e vilões, desde então, decidiram por uma trégua e tocarem suas vidas por ali mesmo. Com o tempo, alguns relacionamentos se estreitaram e alguns deles se casaram e tiveram filhos (sabe como é... planeta alienígena... sem televisão...).

No caso de Thor, ele teve um filho com a vilã Encantor, ao qual chamou de Bravado. O jovem, apesar de pouco usar os poderes místicos da mãe, mais parecia uma versão jovem de Thor. O vilão desse conto, Malefactor, também é filho de Encantor com... o Doutor Destino (sabe como é... planeta alienígena... sendo que nem em Asgard ela tinha televisão...). Aqui cria-se a velha rivalidade que havia entre Thor e Loki, sendo que Bravado e Malefactor também são meio-irmãos com índoles diferentes.

A história fechava a última edição da revista What If, especializada em mostrar destinos diferentes dos personagens, e serviu de inspiração para a animação de longa metragem "Next Avengers". De certa forma, era a Marvel utilizando a fórmula de misturar personagens, da mesma forma como foi feita com a série "Amálgama", onde juntou seus personagens com os da editora concorrente DC Comics. Aqui, no entanto, a mistura é feita com seus próprios personagens. Outra história despretensiosa e, por isso, com a única obrigação de matar a curiosidade dos leitores.
*

Nenhum comentário: