domingo, 30 de agosto de 2009

THOR - Parte 69

- Thor 491 a 494 (Outubro de 1995 a Janeiro de 1996)

Histórias:

* "Nailed Up" - Escrita por Warren Ellis e desenhada por Mike Deodato Jr

* "Run Through" - Escrita por Warren Ellis e desenhada por Mike Deodato Jr

* "Run Down" - Escrita por Warren Ellis e desenhada por Mike Deodato Jr

* "Finished Off" - Escrita por Warren Ellis e dsenhada por Mike Deodato Jr
Warren Ellis e Mike Deodato Jr.

Comparado a meses de arte regular, a entrada do desenhista Mike Deodato Jr (nome artístico do paraíbano - sim, um brasileiro - Deodato Taumaturgo Borge Filho) foi um deslumbre para os olhos. Ainda assim, sua arte seguia maneirismos dos desenhistas noventistas, que insistiam em copiar uns aos outros e principalmente a arte exageradamente explosiva da então jovem editora Image (com destaque para desenhistas como Jim Lee e congêneres).

Mas não bastava melhorar radicalmente a arte. Se fosse apenas isso, a Marvel estaria dando apenas mais um passo... iguais aos que tantas revistas e editoras concorrentes estavam dando naquela época. Para, digamos, chocar ainda mais o leitor, foi convocado o escritor britânico Warren Ellis que, com seu estilo ousado e inesperado, traz uma história em um clima tão bizarro que consegue balancear o deslumbre com a arte de Deodato.

Logo de início, sem sabermos maiores detalhes (o mistério é a arma de Ellis), vemos Thor moribundo, morrendo de uma doença desconhecida e desprezado por Odin. A única pessoa capaz de lhe dar algum auxílio é outra asgardiana exilada na Terra, Encantor. Os dois, inclusive, acertam suas contas com o passado e iniciam um romance aparentemente sincero, sem que a feiticeira asgardiana esteje usando suas habilidades sedutoras.

A partir dessa linha, não há muita batalha entre vilões e heróis como se era esperado (afinal, além de super-herói, Thor é um guerreiro). O caminho que Ellis segue não é apenas o velho clichê do bem contra o mal (ou do bem socando o mal), mas... da compreensão. Thor e Encantor até mesmo esperam encontrar algum conhecido vilão por trás de tudo o que está acontecendo... mas encontram apenas... um velhinho... chamado Price.

Para auxiliar na compreensão da história, paralelamente o leitor acompanha o mistério através das investigações de Curazon, um detitive britânico absurdamente folgado e que pode ser entendido como uma espécie de representação do escritor dentro da história (seu alter-ego). Curazon pesquisa as lendas nórdicas e descobre um pouco mais sobre a árvore Yggdrasil que, segudo o mito, é a base de toda a existência, terrena ou asgardiana.

Price havia tido visões sobre essa árvore e decidiu manipulá-la. Segundo as lendas, Yggdrasil criaria uma nova raça depois que toda a humanidade fosse destruída pelo Ragnarok (o apocalipse para os nórdicos). Ao usar seus conhecimentos tecnológico, o mau velhinho fez com que a árvore acreditasse que o mundo havia acabado. Isso explica o estado debilitado de Thor, já que, pelas lendas, ele teria que morrer no fim dos tempos. Agora... como um simples velhinho conseguiu tanto conhecimento? É aí que o lado bizarro de Ellis entra em ação. As visões que teve aconteceram graças a ingestão de uma espécie de cogumelo que era usado pelos vikings (povo que acreditava nos deuses nórdicos) para ficarem "alucinados" durante as batalhas.

Ellis, não satisfeito, ainda nos conta mais um detalhe assustador em seu personagem incomum... Price descobre que pode-se adquirir conhecimento através da ingestão de alimentos. Ora, se ingerisse um pedaço de Yggdrasil, conseguiria conhecimentos sobre a existência. Seguindo por esse caminho, o velhinho tornou-se canibal (!!!!) para adqurir conhecimento da pessoa devorada. Bizarro? Pois ele ainda conta que a primeira vítima de sua nova "dieta" foi ninguém menos do que... sua esposa!

Esse é Warren Ellis...
*

Nenhum comentário: