quinta-feira, 23 de julho de 2009

THOR - Parte 38

- Thor 337 a 339 (Novembro de 1983 a Janeiro de 1984)
Histórias:

* "Doom" - Escrita e desenhada por Walter Simonson

* "A Fool and His Hammer" - Escrita e desenhada por Walter Simonson

* "Something New, Something Old" - Escrita e desenhada por Walter Simonson

Walter Simonson.

Durante muitos meses, a revista do Thor patinou por diversos escritores e desenhistas, muitos deles apresentando trabalhos tão medianos quanto as muitas situações em que colocaram o herói. A era de Jack Kirby e John Buscema já era considerada coisa do passado. Mas ainda restava um ás na manga da editora Marvel... e esse ás se chamava... Walter Simonson.

Ele já era conhecido dos leitores de Thor, uma vez que desenhou vários números da revista na fase em que o personagem singrava o espaço a procura de seu pai desaparecido. No entanto, passado tanto tempo depois daquela época, Simonson retorna com um traço arrojado, estiloso, bem diferente dos caminhos que seguia dos desenhistas de outrora (principalmente de John Buscema). O aprimoramento de seu desenho, apesar de ousado, era agradável aos olhos do leitor e sua investida no título caiu tanto nas graças do editor chefe, que ele não só desenharia, mas também escreveria as histórias do personagem.

Com primeira aventura, Simonson nos apresenta ao personagem Bill Raio Beta. O estranho nome vinha de um personagem mais estranho ainda. Alienígena humanóide com uma cabeça que lembra o crânio de um cavalo, Bill mostrou-se arredio e selvagem em um primeiro encontro, mas, a partir do momento em que consegue levantar o martelo encantado, mostra-se digno de andar ao lado dos deuses nórdicos.

Após "tomar" o martelo, Bill se transforma numa variante de Thor e é confundido como herói, sendo levado por Odin para Asgard. Lá, ficamos sabendo que sua história é tão cheia de bravura quanto de tragédia. Sua raça foi aniquilada por demônios espacias, aos quais Bill passou sua existência a combater.
Bill consegue vencer Thor em um teste e ganha nada mais nada menos que o próprio martelo encantado. Porém, Odin é um deus piedoso e decide criar um novo martelo para dar poderes a ele, ao mesmo tempo que o antigo martelo volta para as mãos de seu filho Thor. Junto, Thor e Bill Raio Beta, dotados cada qual com seu poderoso martelo, partem para o espaço para enfrentar os demônios.

Outra personagem coadjuvante que Simonson introduz é Lorelei, espécie de irmã caçula de Encantor e tão mal intencionada quanto. Talvez o desenhista pudesse usar a própria Encantor, uma vez que Lorelei também tinha forte apelo sensual em sua aparição. A diferença, no entanto, era notável na nova personagem. Enquanto Encantor mais parecia uma perigosa feiticeira, Lorelei dava a impressão de ser uma espécie de picareta asgardiana, voltada para ambições menores, para não dizer fúteis... instrumento perfeito para Loki utilizar contra seu irmão.
*

Nenhum comentário: